AMÓS LORA E GITO MALETÁ

Às 21h30

Amós Lora e Gito Maletá

Amós Lora e Gito Maletá apresentam “SOLO2”
 
O jovem guitarrista de Madrid e o pianista cubano são atualmente duas das principais figuras do flamenco e do jazz desta década, com uma longa história a nível internacional.
SOLO2  é um concerto único, onde dois músicos extraordinários acrescentam o seu talento para nos oferecer um repertório de "músicas do mundo", onde apresentam composições próprias e versões de temas clássicos, fundindo jazz e flamenco, evocando temas como Manuel de Falla ou sabores de Cuba.

Em 2010, Amós viaja a Roma para conhecer Paco de Lucía e tem o privilégio de poder oferecer-lhe um pequeno concerto privado onde o Mestro é surpreendido pelo talento deste miúdo.
Dois anos mais tarde, Paco de Lucía escreve no CD de apresentação de Amós Lora - “Amós, se continuas a tocar assim vais pôr-nos a todos na falência”. A frase era antiga: foi preferida pelo grande guitarrista Niño Ricardo (1904-1972) ao escutar o próprio Paco de Lucía, era este ainda um jovem promissor. O facto de Paco transferir tal frase e tal ideia para o jovem Amós diz muito da forma como ele encarou os seus dotes musicais.
Esta frase atinge hoje uma transcendência especial, já que foi o Niño Ricardo que se referiu a Paco de Lucía aos 10 anos e que Paco de Lucía transmite a Amos Lora 50 anos depois, deixando com este gesto o Mestre, um legado completo nas mãos de Amos.

 

 

Bilhete Geral: 10€
Bilhete Estudante | Sénior: 7,50€
Pack 2 bilhetes: 15€

AMÓS LORA (Madrid 21 / 09 / 1999)
Começa a tocar viola aos três anos de idade, sob a direção do seu pai Manuel Lora.
Aos seis anos começou a estudar com "El Entri", professor da escola "Caño Roto". 
Entre Madrid, Jerez e o bairro da "Pescaderia" em Almería, Amós sorve a arte cigana. Aos oito anos conhece Tomatito, que desde o primeiro momento se volta para o miúdo e mostra os seus falsetes. 
Após 2010, Amós também recebe os ensinamentos de "Diego del Morao", Manuel Parrilla, El Paquete ou David Cerreduela, entre outros. Amós é um amante do jazz, música que começou a estudar como autodidacta:  John  Coltrane, Miles Davis, Chick Corea, Pat Metheny, George Benson, John McLaughlin, deixaram a sua marca na guitarra de Amós.
De 2013 a 2016, Amós estudou na escola do maestro Felix Santos, treinando extensivamente a harmonia, improvisação e linguagem musical moderna em geral.
Aos 12 anos, Amos gravou o seu primeiro CD, no qual o pianista "Diego Amador" participa como convidado especial. Com base no seu próprio repertório, o álbum conta com a colaboração e apoio de grandes artistas de Madrid, Almería e Jerez, como reflexo da influência destes três lugares na trajetória de Amós Lora.
Aos quatro anos de idade, Amós fez sua primeira aparição em público e, aos sete anos, foi apresentado em concerto por Jesús de Rosario em "Casa Patas", lugar emblemático da atmosfera flamenca de Madrid.
Desde então, Amós dividiu o palco com grandes artistas de flamenco como Diego del Morao, David Cerreduela, Farruquito, Farru, José Maya, Antonio Rey, La Tana, El Torta, Pedro el granaino, Davi de Jacoba, El Piraña entre outros. Como parte da sua formação, tocou nos principais locais em Madrid e Barcelona como Cardamomo, Casa Patas, e El Cordobes.
 
Participou em festivais importantes e deu numerosos concertos dentro e fora da Espanha: para destacar, "Homenaje a Moraito en Jerez", Festival Suma Flamenca, Los Veranos de la Villa, a Plaza Mayor de Salamanca.
Amós também participa regularmente em galas de caridade da Cruz Vermelha e de outras organizações para projetos sociais, como o festival "Quejío Solidario", em Sevilha, ou "Flamenco P'atós", em Madrid.
No estrangeiro, já se apresentou em festivais importantes, como "Guitar across the Styles", em Praga, no festival de verão de Zagreb, na Croácia.
Também tocou em Bruxelas e como convidado em várias formações de jazz em Havana. Em Mont de Marçan com Farruquito. No festival de flamenco de Lisboa 2015, e no "Istanbul International Guitar Festival 2016". 
Apresentou-se em televisão, sempre ao vivo, no Teatro Quintero em Sevilha para o programa "El Sol, La Sal y el Son", apresentado por Jesús Quintero.
Nos concertos da Radio 3 de tve2, no programa "Pizzicato" de tve2, "A aventura do conhecimento" de tve2, na cadeia tv1 da Croácia e para a tv da Holanda.
Também ao vivo,apresentou-se para o programa "La Ventana" de Gemma Nierga, e com Jorge Drexler no programa "Own Affairs" de Tony Garrido. Protagonista no documentário "Niños Flamencos", com direção de Katherina Hager  que nos mostra momentos da vida e música de Amós Lora.

Em  2014  a editora  discográfica  Worldmusic  edita  o CD compilação  "The  Rough  Guide  to Flamenco Guitar" . Neste disco  Amós  Lora aparece junto a Tomatito,  Carles  Benavent  e Paco de Lucía, Pepe Habichuela, Cañizares, Moraito, Riqueni, etc. Em 2016 Amós apresentou o seu novo trabalho “Así lo veo”.
A estreia no Teatro Conde Duque de Madrid, foi um sucesso como refletido na imprensa especializada. 
Durante  2017  e 2018 Amós está a apresentar ao vivo o espetáculo “SOLO2” juntamente com o  pianista  cubano Luis Guerra  e  também a  sua  nova  formação “Amós Lora Quartet”.
Em 2018 surgirá o seu novo trabalho discográfico “Doce”.

 

 
 
 
 
 
 
  •  
     
     
  •  
     
     
     
  •  
     
     
     
  •  
     
     

Morada

  • Rua Dr. Leonel Sotto Mayor
    2500-227 Caldas da Rainha

+39° 24' 21.6606",
-9° 7' 53.2056"

Contactos

  • 262 094 081 / 262 889 650
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Newsletters

 

Redes sociais