M/6

23 Jul. 21:00

SIPO | Manuela Gouveia, Artur Pizarro, piano e Orquestra

CONCERTO CANCELADO
Se adquiriu o bilhete na Bilheteira CCC deve deslocar-se ao mesmo local fazendo-se acompanhar do ingresso.
Os espectadores que adquiriram online através da BOL, devem contactar através de Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Camerata da  Orquestra Sinfónica Juvenil
Christopher Bochmann, maestro

 Manuela Gouveia, piano

 Artur Pizarro, piano

Domenico  SCARLATTI 
(1585 – 1757)
Duas Sonatas - K 380 / K 430 (orq. Christopher Bochmann)

Andante commodo
Tempo di ballo

Johann Sebastian  BACH    
(1685 – 1750)                            
Concerto n.º 1, para dois pianos, dó menor, BWV1060

Allegro
Adagio
Allegro 

Jean Phillippe RAMEAU  
(1683 – 1764)                              
Duas Peças (orq. Christopher Bochmann)

Les Sauvages
La Poule

Johann Sebastian BACH  
(1685 – 1750)                                
Concerto n.º 2, para dois pianos, Dó Maior, BWV1061

Allegro
Adagio - Largo
Fuga


    Manuela Gouveia

    Natural do Porto, estudou com Helena Sá e Costa, Conrad Hansen, Karl Engel, Vlado Perlemuter, Alfred Brendel, Jörg Demus, Paul Badura-Skoda e Wilhelm Kempff. Detentora de prémios de concursos nacionais e internacionais actua em recital, música de câmara e com orquestra em toda a Europa, Estados Unidos e no Japão. Fez várias gravações de música para piano de autores portugueses desde o séc. XIII ao século XX.

     Foi agraciada com vários prémios em Portugal pelo seu desempenho na música clássica, incluindo a Medalha de Mérito da Cidade do Porto e a Medalha de Mérito Cultural do Governo Português. Dá master classes na Europa e no Extremo Oriente e é a Diretora Artística da Semana Internacional de Piano de Óbidos e do seu Festival que tem vindo a conquistar uma reputação a nível internacional.

     Leccionou no Conservatório de Música e na Escola Superior de Música do Porto e no Conservatório de Música de Bonn (Alemanha). Até 2011, foi professora catedrática na Escola Superior de Música da Catalunha, em Barcelona (Espanha), cidade onde continua a dar master classes regularmente. Na sua atividade pedagógica dedica especial atenção à interpretação de Bach, Mozart e Beethoven cujas obras teve o privilégio de trabalhar com Helena de Sá e Costa, Wilhelm Kempff e Paul Badura-Skoda.

     Manuela Gouveia é presidente e membro fundador da ACIM - Associação de Cursos Internacionais de Música, Óbidos.

     

    Artur Pizarro

    Detentor de vários primeiros prémios, Artur Pizarro actua internacionalmente em recital, em música de câmara e com as principais orquestras e maestros do mundo, incluindo Sir Simon Rattle, Philippe Entremont, Yan Pascal Tortelier, Sir Andrew Davis, Esa-Pekka Salonen, Yuri Temirkanov, Vladimir Fedoseyev, Ilan Volkov, Franz Welser-Möst, Tugan Sokhiev, Yakov Kreizberg, Yannick Nézet-Séguin, Lobo Pesek, Ion Marin e Vladimir Jurowski.

    Artur actua regularmente em música de câmara e apresentou-se em festivais de música de câmara no mundo inteiro. Formou um duo de piano com Rinaldo Zhok e também actua em duo com o violinista Jack Liebeck. Tem uma extensa discografia (perto de 50 CDs) e as suas gravações constam nos catálogos da Collins Classics, Hyperion Records, Linn Records, Brilliant Classics, Klara, Naxos, Danacord, Phoenix Edition, Capriccio, CAvi, e Odradek Records.

     Artur Pizarro foi galardoado com vários prémios em Portugal pelo seu desempenho na música clássica incluindo o prémio Bordalo, o prémio da Sociedade Portuguesa de Autores, a Medalha de Cultura da Cidade de Funchal e a Medalha de Mérito do Governo Português. Em 2014 foi-lhe atribuído o Prémio Albéniz pelo Festival Albéniz em Camprodon, Espanha, reconhecendo o seu trabalho pela divulgação da Suite Iberia através da sua gravação e de inúmeras actuações em palco.

    Actualmente lecciona na Escola Superior de Música de Lisboa.

    Christopher Bochmann

    CHRISTOPHER BOCHMANN (n. 1950) formou-se em composição pela Universidade de Oxford, como aluno de David Lumsden, Kenneth Leighton e Robert Sherlaw Johnson. Em 1999, obteve o grau de D. Mus. (doutoramento em composição) pela mesma Universidade. Estudou também com Nadia Boulanger em Paris e com Richard Rodney Bennett em Londres. 

    Leccionou em várias escolas na Inglaterra, entre a Yehudi Menuhin School.  Trabalhou no Brasil como professor da Escola de Música de Brasília entre 1978 e 1980. Em Portugal leccionou no Instituto Gregoriano de Lisboa e no Conservatório Nacional. De 1984 a 2006 foi professor da Escola Superior de Música de Lisboa da qual foi Diretor durante seis anos (1995-2001), onde também coordenou o curso de Composição de 1990 a 2006. Desde 2006 é  Professor Catedrático na Universidade de Évora, onde foi Diretor do Departamento de Música de 2007 a 2013 e Diretor da Escola de Artes entre 2009 e 2017 até a sua reforma.

    É maestro titular da Orquestra Sinfónica Juvenil desde 1984 com a qual deu concertos em todo o país e com a qual também gravou vários CDs. Também dirige com frequência o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa tendo dado muitas estreias e gravado várias obras portuguesas em CD.

    Em 2004 foi-lhe atribuído uma Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura. Em 2005 foi agraciado pela rainha Isabel II com a condecoração O.B.E. (Officer of the Order of the British Empire). Em 2019 foi eleito Académico Correspondente (membro associado) da Academia Nacional de Belas Artes, Portugal.

    Camerata da Orquestra Sinfónica Juvenil

    A orquestra de câmara da Orquestra Sinfónia Juvenil Camerata é formada por elementos de cordas, seleccionados entre os instrumentistas da Orquestra Sinfónica Juvenil (OSJ), constituindo uma formação de elevado nível técnico e artístico.

    O repertório da Camerata inclui a generalidade do repertório barroco e clássico para orquestra de cordas, a par de um vastíssimo repertório contemporâneo.

     Tem-se apresentado por todo o país para os mais diversos públicos e eventos: concertos, animações musicais, festivais, cursos, etc.. Apresentou-se em Macau, e representou Portugal no Festival Internacional de Jovens de Tianjin, China.

     Num concerto particularmente simbólico, apresentou no Palácio Foz, em Lisboa, “As Quatro Estações”, de Vivaldi, tendo como solistas quatro antigos concertinos da Orquestra Sinfónica Juvenil.

    Seguiu-se uma série de apresentações que culminaram com um concerto de grande sucesso no CCB, em Lisboa, e presença em várias localidades do país.

     A Camerata da OSJ já se apresentou nas principais salas de Lisboa – Teatro Nacional de S. Carlos, CCB, Teatro de S. Luiz, entre outras. Desempenha um papel importante na formação musical das novas gerações, apresentando-se, regularmente, em concertos didácticos para jovens.

    É a primeira vez que se apresenta no âmbito do Festival Internacional de Piano do Oeste a acompanhar os solistas Manuela Gouveia e Artur Pizarro nos concertos para 2 pianos de J. S. Bach.

    Contactos

    • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
    • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
    • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
    • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
    julho 2021
    2` 3` 4` 5` 6` sa do
    28 29 30 1 2 3 4
    5 6 7 8 9 10 11
    12 13 14 15 16 17 18
    19 20 21 22 23 24 25
    26 27 28 29 30 31 1

    Informação Legal

    Social

    © 2008 - Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha.
    Powered by [dp]Soluções