15 Fev. 17:48

Exposição Fotográfica - Comercio Tradicional das Caldas da Rainha, de António Barroso

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA, de António Barroso 

Este é um projeto de um livro que aguarda desenvolvimentos para ser concretizado, mas que precisa de ser apresentado por as casas já retratadas. Por ser um processo em evolução esta apresentação em nada prejudica a ideia inicial, pois é um projeto em constante evolução. 


A ideia de retratar o comércio tradicional partiu de Carlos Barroso, fotografo desde 1989 e fotojornalista desde 1992 que pediu a ajuda a uma colega da área do jornalismo histórico para desenvolver este projeto que tem estado parado, por diversas vicissitudes. 

Estas 25 imagens fazem parte de um longo espólio de algumas das lojas do comércio tradicional das Caldas da Rainha. Alguns espaços já encerraram outras foram modernizados, mas acima de tudo, este é o único documento fotográfico feito para esse fim e que retrata efetivamente o comércio tradicional, quem o frequenta e quem o faz.

Muitas pessoas defendem e falam do comércio tradicional mas não existe qualquer documento que o comprove e que o testemunhe. Foi com esse pressuposto que a ideia surgiu e foi apresentada à associação comercial.

O projeto ainda não está terminado e o fotografo desafia mais comerciantes a associarem-se e a abrirem as suas portas para que fique mais rico este projeto.

A história não fica por aqui, apenas começa aqui, com esta exposição.

A imagem de cartaz desta exposição mostra um sapateiro. Um homem de cabelo branco que poucos conhecem. Ainda hoje, os seus mais ou menos 80 anos de idade, levam-no todas as manhã a estar na sua sapataria, a arranjar os sapatos de um homem ou de uma senhora. Mas à tarde cuida da sua fazenda. Desloca-se de bicicleta e devagar consegue fazer tudo isso, ao manter o seu comércio tradicional vivo. Aquele comércio sem preconceitos, sem ASAE, mas genuíno, onde são vendidas batatas que apanhou ou as maças dos seus pomares. Foi deste comércio que as Caldas cresceu e é desde comércio que hoje se procura e que pouco ou nada há para mostrar. Para não se perder, é preciso retrata-lo e é por isso que o autor apela a que mais se juntem a este projeto. 

Carlos Barroso, nasceu nas Caldas da Rainha em 1972 e tirou o seu primeiro curso de fotografia na antiga casa da cultura em 1989. Mais tarde tirou um curso de fotografia na Ar.co 1995 e depois tirou novo curso, desta vez fotografia digital em 2002 no Cenjor, Centro de Formação para Jornalistas.

Atualmente colabora para a agência Lusa, EPA, Correio da Manhã, Record, revista Sábado, Jornal das Caldas, Região da Nazaré, Região de Alcobaça, Jornal de Óbidos, Reuters, The Sun. 

Carlos Barroso colabora ainda ou já colaborou no jornal Gazeta das Caldas, jornal Tribuna do Oeste, Diário de Leiria, Jornal de Notícias, Diário de Notícias, The Sun, agência France Press, revista Maria, TV guia, jornal sueco The Expressen, jornal espanhol As, entre outras publicações nacionais e estrangeiras. É também professor voluntário de fotografia na Universidade sénior das Caldas da Rainha e deu inicio à bienal de fotografia na mesma cidade.

 


Contactos

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Informação Legal

Social

© 2008 - Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha.
Powered by [dp]Soluções