"AQUAS", Exposição Colectiva de Gravura | Associação de Gravura Água-Forte

 


"AQUAS", Exposição Colectiva de Gravura | Associação de Gravura Água-Forte

Inauguração - 13 de Janeiro, às 17h30

Exposição patente de 13 de Janeiro a 04 de Fevereiro 
 

Áquas … nas Caldas da Rainha

É um projeto que contempla a mostra de gravuras de autor, produzidas a partir de uma matriz de metal, onde predomina o modo de fazer com a água-forte e água-tinta: os produtos químicos conhecidos por mordentes (ácido nítrico , percloreto de ferro, etc.) que atacam as áreas da matriz que não foram isoladas com verniz, criando assim outro tipo de concavidades, e consequentemente, efeitos visuais. Desta forma, os artistas obtêm gradações de tom e uma infinidade de texturas visuais. Consegue-se uma gama de tons que vai do mais claro, até ao mais profundo escuro. Estes procedimentos podem ser usados em conjunto.
A gravura tem raízes na Antiguidade e já era conhecida por egípcios e chineses desde o século II, mas no ocidente só no sec. XV ela passa a ter espaço e dedicação. Quem não se recorda da gravura de “ Adão e Eva”, feita em 1504 pelo alemão Albert Dürer (1471-1528), considerado o maior artista gráfico do Renascimento. Dürer contribuiu, no início do século XVI, para uma mudança de qualidade na produção de gravuras, realizando experiências com a técnica da água-forte. É de facto no século XVI que é criada a gravura em metal, forma de impressão mais apurada e que incorporou as técnicas de ourivesaria, proporcionando uma melhor definição de qualidade na imagem e também uma maior durabilidade da matriz no processo de grandes tiragens.
A partir do século XV, a arte da gravura impõe-se: além de já ser amplamente utilizada na divulgação de imagens religiosas e na impressão de cartas de baralho, vai substituir o manuscrito e a iluminura - privilégio da nobreza e do clero -, criando novas possibilidades de divulgação e democratização do conhecimento.
Historicamente pode-se referenciar grandes artistas que fizeram desta arte magistral obras singulares. A eles devemos o processo de saber fazer verdadeiras obras primas. O holandês Rembrandt (1606-1669),  o francês Jacques Callot (1592-1635), o veneziano Giovanni Battista Piranesi (1728-1778), o génio espanhol Francisco de Goya (1746-1828) e os franceses Eugène Delacroix (1798-1863) e  Gustave Doré (1832-1883), constituem uma galeria de verdadeiros mestres que deram, durante séculos, uma dimensão extraordinária a esta arte milenar. Mas também alguns pintores se destacaram nesta arte , como Édouard Manet, , Henri de Toulouse-Lautrec,  Pablo Picasso entre  tantos outros.
Na atualidade, em que praticamente a tecnologia é usada para tudo, a gravura resgata o bom gosto pelo trabalho artístico, feito manualmente, sem mecanização, num processo milenar. A gravura é uma forma acessível de adquirir uma obra original de um grande artista.
Hoje, no CCC, apresentamos uma das mais ativas associações de gravadores em Portugal, “Água Forte”, que possui como objetivos, a criação e a divulgação da gravura nas diferentes vertentes e a implementação de intercâmbios entre gravadores portugueses e estrangeiros, afirmando-se ainda como um centro de estudo e divulgação das técnicas tradicionais e contemporâneas e a experimentação na gravura.
Espero que esta iniciativa seja a primeira de muitas a apresentar nas Caldas da Rainha, numa parceria que vise a divulgação desta área artística junto do grande público.

 

Janeiro 2018
Carlos A. Ribeiro Mota

 

Artistas:
Amélia Soares
Ana Galvão
Célia Bragança
Fátima Ferreira
João Carvalho
Madalena Fonseca
Manuel Lopes
Manuela Cristóvão
Margarida Lourenço
Teresa Pato
Tereza Morgado
António Navarro (artista convidado)

Entrada Livre

Horário da Exposição

Inauguração - 13 de Janeiro, às 17h30

De segunda a terça-feira
10h00 < 13h00 | 14h00 < 19h00

De quarta a sexta-feira
10h00 < 13h00 | 14h00 < 21h00

Sábado e domingo
11h00 < 13h00
14h00 < 18h00

Sábado e Domingo - Em dia de espetáculo à tarde
11h00 < 13h00 | Abre duas horas antes do espetáculo

Sábado e Domingo - Em dia de espetáculo à noite
11h00 < 13h00 | 15h00 até términus do espetáculo
 

  • 160/220
     
     
  • 160/220
     
     
     
     
     
     
  •  
     
     
  • 160/220
  • 160/220
  •  
     
     
  • 160/220
     
     
  • 160/220
     
     
     
     
     
     

Morada

  • Rua Dr. Leonel Sotto Mayor
    2500-227 Caldas da Rainha

+39° 24' 21.6606",
-9° 7' 53.2056"

Contactos

  • 262 094 081 / 262 889 650
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Newsletters

 

Redes sociais